A palmada erótica

Posted on jan 3, 2015 in Destaque, Fantasias eróticas

A palmada erótica

Uma carícia em uma palmada: o spanking, entre amor, mãos ardentes e bundas vermelhas

Mademoiselle Lambercier exercia uma autoridade materna também no infligir a punição das crianças. Quem teria pensado que esta disciplina infantil, recebida na idade de oito anos por uma mulher de trinta, iria influenciar minhas propensões, meus desejos, minhas paixões para o resto da minha vida. (Jean-Jacques Rousseau)

Sem dúvida, o grande filósofo e escritor suíço Jean-Jacques Rousseau não foi o primeiro homem a desfrutar (no verdadeiro sentido da palavra) da “punição das crianças”, ou seja, as palmadas. Ele nem foi o último. Como apenas um exemplo, na Inglaterra vitoriana (1837-1901) o item pornográfico que mais estava de moda era o spanking, junto com as chicotadas. Londres foi invadida não só por desenhos, fotografias e pequenos livros eróticos dedicados ao tema, mas também por uma horda de espancadoras profissionais, que estavam vendendo seus “serviços” para um bom dinheiro.

E até hoje essa fantasia sexual continua a ser muito popular, tanto que na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, nasceu um clube para sadomasoquistas.

Uma imagem vintage de spanking

Uma imagem vintage de spanking

Obviamente, a pornografia moderna tem se dedicado muito às palmadas e à outras formas de punições con fins eróticos, especialmente desde os anos oitenta, quando nos Estados Unidos foram lançadas um número incrível de revistas dedicadas ao spanking (“palmada” em Inglês, a língua franca de todas as “peculiaridades” sexuais…), embora quase todas falharam com o boom da Internet. Em troca, abriram um monte de sites que se especializaram nas palmadas eróticas e em todas as formas spanking em geral.
Também em site específicos para organizar encontros sexuais como por exemplo sexocasual.net.br têm grupos de usuários que gostam destas práticas sexuais e usam a comunidade virtual para combianr encontros.

Mas o que é exatamente o spanking? O termo, como já mencionado, indica em Inglês simplesmente o ato de dar palmadas. Especificamente, na cultura BDSM, no entanto, indica o uso da palmada como ato erótico entre adultos.

Estritamente falando, com spanking deveria indicar apenas a palmada com a mão, mas muitas vezes o termo é usado amplamente para todas as práticas sexuais que envolvem infligir golpes na bunda com o mais vários instrumentos, a partir de raquetes ou palmatórias para cintos, até o chicote.

O spanking é uma prática muito comum, mesmo em casais que geralmente estão limitados ao sexo normal, tradicional, sem elementos de sadomasoquismo ou fetichismo. Nestes casos, ao lado de espancadorer (spanker) que afirmam de buscar “a ligação emocional e a emoção compartilhada” com quem apanha(spankee) e outros que descrevem o spanking como “uma forma de sentir seu corpo, músculos, nervos, pele, cheiro, suor, uma maneira de oferecer-lhe uma nova experiência”, há aqueles que confessam: “Eu acho que a coisa mais excitante do mundo é ter debaixo do seu nariz uma bela bunda feminina, gostosa, admirar as curvas das nádegas balançar sob os golpas da mão. Afinal de contas, para mim o spanking é apenas uma desculpa para pegar a bunda da minha parceira e brincar.”

Chefe dando palmadas na secretáriaO spanking é muito apreciado pelos amantes dos jogos de encenação. Neste caso, você pode jogar à governanta que educa o jovem cavalheiro, ao chefe que dá palmadas na secretária, ao professor que pune a aluna…

Obviamente as posições possíveis para apanhar palmadas eróticas são infinitas, mas a mais popular é, sem dúvida, aquele em que quem apanha fica deitado nos joelhos do espancados, com a bunda bem oferecidas aos golpes (posição muitas vezes referido pela sigla OTK, ou seja, Over The Knees).